Revezamento

Origem

Assim como a maioria dos esportes olímpicos, a corrida de revezamento também remete sua origem aos gregos. Na verdade, embora este seja um esporte, no começo era muito mais uma situação de entrega de correspondências, ou seja, os primeiros atletas das corridas de revezamento eram, na verdade, os carteiros da época. Embora muito tradicional na história das olimpíadas, podemos afirmar que o atletismo de revezamento não é um esporte que atrai tantas pessoas para suas competições. E isso acontece principalmente porque as disputas não são tão acirradas, sendo que os Estados Unidos sempre tiveram uma larga vantagem quando comparados aos outros países.

Regras

Cada equipe tem uma raia que deve ser respeitada. A única exceção que permite que eles saiam é o caso do bastão cair. Ainda assim, o caminho nunca poderá ser menor do que o especificado na competição.

No fim de cada circuito, os atletas têm um espaço de 20 metros para entregar o bastão. Esse momento é delicado, pois uma entrega incorreta pode gerar a desclassificação. O mesmo vale para o caso de o bastão não ser entregue neste raio de 20 m.

As regras da corrida de revezamento valorizam o fair play. Desta forma, o que pode desclassificar uma equipe é: perda do bastão, troca de bastão realizada de modo impróprio, duas falsas largadas, alcançar outro competidor inadequadamente, impedir que outro competidor passe e bloqueá-lo propositadamente, cruzar o percurso inadequadamente, ou de qualquer outra maneira interferir com o outro competidor.

Postado por: Bianca e Yasmin

Marcha atlética

Marcha atlética é uma modalidade do atletismo onde se executa uma progressão de passos de maneira que o atleta sempre mantenha contacto com o solo com, pelo menos, um dos pés. A perna que avança tem que estar reta, desde o momento do primeiro contato com o solo até que se encontre em posição vertical.

Entretanto, apesar de antiga, muita gente – inclusive entre os amantes da corrida – desconhece as regras e peculiaridades da modalidade. Na marcha atlética, é obrigatório manter um dos pés sempre no chão, e o joelho da perna que dá a passada não pode ser flexionado até que o movimento seja realizado por completo.

-=-15 curiosidades-=-

1. Uma das regras principais da marcha atlética é que os competidores devem sempre manter pelo menos um dos pés no chão.

2. E a perna da frente precisa estar sempre reta.

3. O movimento dos quadris característico do esporte é necessário para que o atleta não dobre o joelho.

4. Infrações às regras acima são punidas pelos juízes com cartão vermelho. Se o atleta receber três deles, é eliminado da prova.

5. Por conta das normas e da dificuldade de fiscalização, o esporte é muito subjetivo, e reclamações com o juiz são muito comuns. Tipo futebol.

6. A atleta australiana Jane Saville estava prestes a ganhar o ouro em Sydney (2000) quando foi desqualificada por excesso de infrações.

7. O esporte remonta a uma prática amadora surgida na Inglaterra no século 19 chamada pedestrianismo, que pode ser definida como uma caminhada competitiva.

8. Em 1876, em Nova York, dois praticantes de pedestrianismo percorreram mil milhas (1,6 km) em mil horas, segundo o “New York Times”.

9. A marcha atlética estreou na Olimpíada em 1904, como um dos dez esportes do decatlo. Já na edição seguinte, em 1908, foi oficializada como modalidade independente.

10. Na Olimpíada, homens competem nas provas de 20 km e 50 km. Mulheres, só na de 20 km.

11. A competição feminina só estreou na Olimpíada em 1992, em Barcelona.

12. O esporte chegou ao Brasil em 1937 por meio José Carlos Daudt e Túlio de Rose, que conheceram a prática nos Jogos do ano anterior, em Berlim.

13. A primeira disputa no Brasil aconteceu em Porto Alegre, em 1937, e foi vencida por Carmindo Klein.

14. O Brasil não tem nenhuma medalha olímpica em marcha atlética.

15. Os nomes brasileiros mais promissores para os Jogos deste ano são Caio Bonfim e Erica Sena.

Caio Bomfin, Brasileiro ídolo masculino de marcha atlética

Érica de sena, Brasileira ídolo feminina de marcha atlética

Foi integrada aos Jogos Olímpicos em 1900 e, em 1992, passou a ser disputada também na categoria feminina. … O maior nome da marcha atlética em todos os tempos é o do polonês Robert Korzeniowski, tetracampeão olímpico e tricampeão mundial, nas duas distâncias, entre 1996 e 2004.

Publicado por: Renan, Gustavo, Andrew

Arremesso de disco

O arremesso de disco é uma modalidade esportiva olímpica do atletismo. O objetivo da prova consiste em lançar um disco de metal à maior distância possível, superando os demais competidores.

Para lançar, o atleta segura o disco sobre os dedos e o apoia contra o antebraço. Depois, da um giro rápido, e solta o disco o lançando longe. A medição é feita a partir do ponto de contato do disco com o solo e nesta modalidade é permitido o uso de cinturões de proteção cervical e material próprio nas mãos para aumentar o atrito e manter o disco posicionado, sem que escorregue. O lançamento de disco foi incluído nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 1896 e você pode tentar três vezes.

Esse esporte é muito comum nas olimpíadas desde muito tempo e alguns atletas conhecidos são Ronald Julião, Teresa Machado, Rorbert Harting, etc.

Publicada por: Lara, Lórien e Emmanuelle

Corrida de Pistas

Essa modalidade pode ser subdidivida em:

  • Corrida de pista: É a forma mais tradicional. É praticada em pistas de formato oval. A pista é dividida em várias faixas, que limitam o espaço de cada um dos competidores. Sua extensão pode ser de 100, 200 ou até 400 metros.
  • Corrida com obstáculos: Como o próprio nome diz, é uma corrida que apresenta obstáculos a serem ultrapassados ao longo da pista. Normalmente é disputada em estádios e a extensão do percurso pode ser de 100, 110, 400 e até 3000 metros.
  • Corrida de Meio Fundo: Também conhecida como corrida de média distância. Nessa subdivisão, não é obrigatório que os competidores se mantenham o tempo todo em suas raias. A distância do percurso pode variar entre 800 e 1500 metros.
  • Corrida de Fundo: Também conhecida como corrida de longa distância. Nesse tipo, o tamanho do percurso a ser feito pode variar de 5000 a 10000 metros.
  • Corrida de revezamento: São disputadas por equipes. Cada equipe possui quatro atletas, e cabe a cada um percorrer um quarto do percurso com um bastão e entregá-lo ao parceiro que se encontra ao final de seu trajeto.
  • Maratona: É uma espécie de corrida de longa distância. É realizada em meios públicos, geralmente estradas. Seu percurso têm, em média, 42 quilômetros.

Salto

Essa modalidade tem como subdivisões:

  • Salto em altura: Também conhecido como salto vertical. Nessa modalidade, o atleta deve correr por uma pista uma distância mínima de 20 metros e, com o auxílio de uma vara, deve saltar por uma barra horizontal, denominada sarrafo. É permitido que o atleta toque a barra. A altura do sarrafo aumenta a cada salto realizado pelo atleta. O vencedor é aquele que conseguir dar o maior deles.
  • Salto em distância: Também conhecido como salto horizontal. Nesse tipo de salto, o atleta deve correr em uma pista por aproximadamente 40 metros e, em seguida, realizar um salto. Esse salto, deve ser feito antes de uma marca estabelecida. O vencedor é aquele que conseguir alcançar a maior distância na areia.

Lançamento

Os lançamentos podem ser de martelo, de peso, de disco ou de dardo. As massas dos objetos em questão são variáveis, de acordo com o gênero do competidor. Em geral, os lançamentos são feitos no interior das pistas de corrida. Os vencedores, obviamente, são os competidores que mais se aproximarem do alvo determinado ou que conseguirem fazer os respectivos objetos alcançarem a maior distância.

Curiosidades:

1. Curiosidades sobre corridas: a 1ª da humanidade

Segundo registros, a primeira competição esportiva da história da humanidade aconteceu na cidade de Olímpia, na Grécia. Realizada no ano de 776 a.C., os jogos eram uma prova de atletismo de 200m, chamada pelos gregos de stadium.

2. Maior velocidade já atingida pelo homem

A maior velocidade que um ser humano conseguiu atingir correndo foi de 43,9km/h. Na realidade, apenas dois homens conseguiram a façanha. O primeiro a aingir o recorde foi o norte-americano Maurice Greene durante uma competição disputada em Roma no ano de 1999. O segundo? O maior corredor da história. Usain Bolt, em 2008, quase dez anos depois.

Uma outra curiosidade: Bolt precisou dar o total de 21 passos para alcançar essa velocidade inimaginável para nós, meros mortais.

E você, já mediu o quanto consegue atinigir de velocidade máxima em seus treinos intervalados?

3. Tribo dos maratonistas

Sim, é isso mesmo. Essa é umas das curiosidades sobre corridas que nem imaginamos. E tribo não é aquela galera que você ama se reunir para treinar. No Quênia, existe uma tribo chamada Kalenjin e nela nasceram doze dos 20 melhores corredores de maratonas do mundo. Esses corredores já dominam o mundo das corridas de rua há pelo menos 20 anos.

Já ouviu aquele ditado que diz que a união faz a força? Pois é. A tribo Kalenjin costuma treinar em grupo, sempre fazendo grandes distâncias, muitas vezes equivalente a uma maratona por dia.

Uma das cidades onde essas tribos mais se reunem é Bekoji. Ela foi inclusive foco de um documentário chamado Town of Runners. Uma cidade probre e com pouco mais de 15 mil habitantes, mas que produziu uma série de medalhistas nos últimos anos.

Todos os dias, em geral às 6 horas da manhã, diversos corredores se encontram nas colinas que circundam a cidade para treinar em grupo.

4. Senhor maratona

Stefaan Engeels, um corredor belga, é o responsável por estabelecer o recorde de mais maratonas corridas em dias consecutivos. 365 provas foram completadas na sequência, em 2011, no auge dos seus 49 anos. Uma maratona para cada dia do ano. Haja disposição!

Uma curiosidade bem interessante sobre Stefaan é o fato dele (infelizmente) não se preocupar muito com sua alimentação para correr. Ele é um grande fã de batata frita, chocolate e cerveja, e não abriu mão nem nos períodos mais difíceis desse recorde.

5. Uma curiosidade sobre pressão sanguínea

Quando corremos, nosso coração consegue bombear sangue a uma pressão tão alta, que é capaz de esguichar sangue a uma altura de 10 metros. Ou seja, em nossas veias e artérias, durante uma corrida, o sangue corre a todo vapor.

Essa mudança que ocorre em nosso corpo que produz esse alto volume é em função do aumento da cavidade ventricular. É como se o seu coração fosse uma bexiga, que conseguisse se expandir com mais facilidade, armazenando maiores volumes de sangue para serem bombeados para o corpo.

Outra mudança é o aumento do número de capilares, que atuam como os “entregadores” de sangue e oxigênio para o músculo. Dessa forma, seu sistema cardiovascular ganha potência e força.

6. Perda de peso

Com certeza sabemos o quanto treinar corrida ajuda na perda de peso. Mas para isso, um certo esforço é necessário. Quer queimar as calorias que adquirimos ao comer aquele fast food? Para um homem médio, são necessários 55 minutos de caminhada a uma velocidade de 8km/h

É claro que existem diversas formas de queimar mais calorias durante o dia, principamente em ações cotidianas, como subir escadas regularmente, caminhar com mais frequências e usar opções como bicicletas como meio de transporte.

Uma curiosidade: o sobrepeso no Brasil, desde a década de 70 para cá, aumentou por volta de 35%. Importante reforçar que antigamente não existia a cultura de espaços fechados para atividade física, como academias, salas de spinning, dentre outras modalidades.

Mas como o número era bem menor mesmo sem essas opções. A resposta é simples: movimento. As atividades de lazer e o cotidiano tinha muito mais movimento do que hoje. Interessante, não?

7. Curiosidades sobre corridas: Idade para correr

As corridas são atividades realmente democráticas. Qualquer pessoa pode começar a praticar. E isso inclui pessoas que já estão em uma faixa etária mais avançada. Um grande exemplo é o indiano Fauja Singh. Ele resolveu começar a correr aos 89 anos. E pegou gosto pela coisa. Tanto gosto que seguiu correndo e se tornou o homem mais velho do mundo a completar uma maratona.

Nascido em 1911, completou a prova em 2011, um século depois!

8. estilos de corrida

Em competições, é comum vermos atletas correndo atrás de outros competidores que estão na frente. E isso tem um bom motivo. Quando um atleta se mantém cerca de um metro atrás de outro, em uma velocidade de 6m/s, ele consegue reduzir o seu gasto energético em 7%. Nesse ritmo, o corredor consegue poupar um segundo a cada 400m de trajeto.

publicado por: Nina e Beatriz

Heptatlo

O que é: Heptatlo é uma prova composta de sete modalidades do atletismo. Esta prova é praticada apenas por mulheres, assim como o decatlo que consistem em dez provas, praticado apenas por homens.

Regras: As principais regras de atletismo para o heptatlo são as seguintes:

• A mesma atleta é quem deve cumprir as sete provas dos dois dias de heptatlo, caso contrário, não pode ser considerada como participante dessa modalidade;

• Na maioria das vezes, há um intervalo de meia hora entre as provas realizadas no dia, no entanto, esse tempo pode variar;

• Para cumprir as provas de lançamento de peso, lançamento de dardo, salto em distância e salto em altura, a atleta tem três chances;

• A conduta desonesta de uma competidora em relação às suas oponentes, quando detectada, gera punições, que vão desde a redução dos pontos até a desclassificação do heptatlo;

• Quem vence a modalidade do heptatlo é a participante que somar o maior número de pontos em todas as provas.

• Os pontos das provas são dados com base em tempo ou distância, dependendo de cada prova. Eles são calculados após a realização de cada prova, mas a pontuação final, obviamente, é calculada ao final do segundo dia de competição.

Curiosidades: É a única modalidade olímpica disputada em estádios abertos. Consiste em dois dias de competições. No primeiro dia disputa-se, pela ordem, os 100 m com barreirassalto em alturaarremesso de peso e 200 m rasos. No segundo ele é completado com o salto em distâncialançamento de dardo e os 800 m. A cada prova a atleta acumula um número determinado de pontos de acordo com seu aproveitamento e a vencedora é a que atinge o maior número de pontos somadas as sete modalidades ao final.

O cálculo dos pontos da prova foi criado pelo matemático austríaco Dr Karl Ulbrich, que construiu uma fórmula em que, uma marca especificada, por exemplo, 1,82 m no salto em altura, vale um total de 1000 pontos e a partir daí, para cima ou para baixo, pontos são somados.

 Cada evento também tem um grau mínimo de pontuação, por exemplo, 0,75 m no salto em altura, que vale zero pontos. As fórmula é concebida de modo a que sucessivos incrementos constantes no desempenho da atleta correspondem a um aumento gradual em incrementos de pontos atribuídos.

Publicado por: Isadora e Larissa Delgado.

Descrição: Mulheres dão a volta olímpica após heptatlo. (bryangeek/flickr)

Arremessos e Lançamentos

O que é?

Arremesso de peso é uma modalidade olímpica de atletismo, onde os atletas competem para arremessar uma bola de metal o mais longe possível.

Lançamento é que durante o arremesso o peso é empurrado enquanto que no lançamento os objetos são projetados de maneira diferente.

Regras:

Arremesso de peso: O peso é uma esfera de ferro fundido e de chumbo, ou ainda de bronze, com 12 cm de diâmetro. O peso varia com a modalidade: no masculino tem 7,26 kg, e no feminino, 4 kg, e a esfera tem diâmetro um pouco menor. O arremessador se posiciona na área do arremesso, que é circular e tem pouco mais de 2 m de diâmetro.

Lançamento do Martelo: O martelo é um aparelho composto por uma bola, presa a uma alça por um arame. Seu tamanho total não deve ultrapassar 1,2 m e seu peso é variável de acordo com a categoria: no masculino pesa pouco mais de 7 k e no feminino 4 kg.

Curiosidades:

O arremesso de peso foi integrado aos jogos olímpicos em 1896 em Atenas, porém as mulheres só começaram a competir em 1948. No século XVII, soldados ingleses também organizaram competições de lançamento de balas de canhão no seu tempo livre.

O Lançamento existe desde a Grécia Antiga, o lançamento de disco foi introduzido no programa olímpico desde os primeiros Jogos em Atenas 1896; para as mulheres, foi introduzido em Amsterdã 1928.

Atletas famosos:

Arremessos de peso: William Braido (SP) e Douglas Pires Ataíde (SP).

Lançamentos: Barbora Spotáková.

Publicado por: Maria Eduarda e Nadyne.

Maratona

A maratona é uma corrida realizada na distância de nada mais nada menos de: 42,195km que é realizada nas ruas e estradas .Suas regras são elaboradas pelo IAAF  e elas são as seguinte:  o percurso precisa ter exatamente 42,195 km com o adendo de 42m.Ela surgiu no ano de 490 antes de cristo pelo corredor  grego Pheídippidipes  ele correu cerca de 40km para dar a noticia da vitória grega para os persas . A única pessoa que conseguiu  ganhar 2 maratonas foi Willy Kangogo que ganhou as maratonas de 2012 e 2015(maratonas do Rio de Janeiro) nessa ultima ele demorou cerca de 2h14min para correr  este percurso, o maior numero de pessoas que participaram das maratona do Rio de Janeiro foi em2018 com cerca de 38mil participantes .A Maratona faz parte das Olímpiadas .Os seus maiores campeões são: o Eliud Kipchoge do Quênia e a Stephen Kricht da Uganda nas olímpias respectivamente de 2016 realizada no Rio de Janeiro e a de 2012 realiza em Londres.

Publicado por: João Gabriel

Salto a distância

 Salto em comprimento ou salto em distância é uma modalidade olímpica de atletismo onde os atletas combinam velocidade, força e agilidade para saltarem o mais longe possível a partir de um ponto pré-determinado. Existe desde os Jogos Olímpicos da Antiguidade e, na Era Moderna, é disputado desde a primeira edição em Atenas 1896, para homens, e desde Londres 1948, para mulheres.


História:

 O salto em distância é o único evento de salto conhecido do pentatlo disputado na Grécia Antiga. Todas as modalidades do atletismo que existiam na época eram inicialmente supostos a servirem de treinamento para as guerras e ele surgiu possivelmente como um treino para o cruzamento de obstáculos como riachos e ravinas pelos soldados. Depois de investigações de marcas sobreviventes do evento na Antiguidade, acredita-se que, ao contrário dos atuais saltos, aos atletas era permitido apenas uma curta corrida antes de saltarem e eles tinham que carregar um pequeno peso em cada mão, chamados halteres, pesando entre 1 e 4,5 kg. Estes pesos eram balançados para frente no momento de saltar e empurrados para trás no meio do salto como uma maneira de aumentar a impulsão, mas os atletas precisam mantê-los nas mãos durante todo o salto. Balançando-os para cima e para baixo ao fim do salto, o centro de gravidade do atleta era mudado e permitia que as pernas fossem mais esticadas, aumentando a distância saltada.

       Regras:

 O salto deve ser dado após uma corrida numa raia marcada no chão, com o atleta saltando o mais longe possível dentro de uma caixa de areia ao fim dela. O salto é invalidado caso o atleta pise no final da tábua de impulsão, que geralmente é marcado por uma listra vermelha, colocada exatamente no início da caixa. Atualmente, o bordo da tábua é coberto por plasticina para facilitar a decisão dos juízes em casos dúbios. A distância é então medida do limite da tábua até a primeira marca na areia feita pelo corpo do atleta. A maioria dos eventos disputados é composta de seis saltos, sendo que alguns deles, que tem marcas mais baixas, constam de apenas três saltos. Se os competidores empatam no salto mais longo, é declarado vencedor aquele com a segunda marca mais longa.

Publicado por: Jess James e Lucas B.

Tiro ao Alvo/desportivo

O que é tiro esportivo

Tiro esportivo ou tiro desportivo é uma modalidade de esporte praticada com arma de fogo ou ar comprimido, envolvendo teste de precisão e velocidade no manejo e na frequência dos tiros. Trata-se de um esporte que exige muita disciplina e treinamento por parte do atleta, que deve trabalhar principalmente a concentração e o domínio de seus movimentos.

O tiro esportivo é praticado comumente por pessoas que sentem paixão por armas de fogo no mundo todo, havendo uma entidade, a Internacional Shooting Sport Federation (ISSF), organização sediada na Alemanha, que delimita as regras para essa prática. O treinamento do tiro esportivo exige a utilização de equipamentos de proteção individual, como óculos de segurança e protetor de ouvidos.

O esporte é praticado em diversas modalidades, sendo dividido em tiro com carabina, com pistola, acertando alvos fixos, e tiro ao prato, com alvos móveis. Nas provas olímpicas são técnicas competitivas os tiros com carabina de ar, masculino e feminino; carabina deitado (masculino); carabina em 3 posições, masculino e feminino; pistola de ar, masculino e feminino; pistola de 25 mm feminino; pistola de tiro rápido masculino; pistola de 50 mm masculino; fossa olímpica, masculino e feminino; fossa Double masculino; e skeet, masculino e feminino.

Existem outras modalidades, sempre com a utilização de carabina e pistolas, mas que só fazem parte dos Jogos Pan-americanos e as provas mundiais da ISSF. No Brasil, quem coordena a prática do tiro esportivo é a Confederação Brasileira de Tiro Desportivo, que congrega os praticantes e também promove provas nacionais.

Dentro das competições dos Jogos Olímpicos, o tiro esportivo, ou provas de tiro ao alvo, sempre variou mundo ao longo do tempo, com a inclusão de 21 modalidades diferentes em 1920 e apenas duas em 1932. No ano de 1928, por exemplo, não houve uma prova sequer da modalidade. As mulheres só foram incluídas na competição de tiro esportivo em 1984, com três tipos de provas. Antes dessa inclusão, houve participação feminina em 1968, inclusas nas competições masculinas.

O Brasil teve poucas participações nas competições de tiro esportivo, tendo apenas uma medalha de ouro, conquistada nos Jogos de Antuérpia, em 1920, pelo tenente do exército Guilherme Paraense. Outro brasileiro que teve participação, e em 5 olimpíadas consecutivas, foi Durval Guimarães.

Regras básicas acerca das três categorias de tiro:

Carabina: provas que envolvem esta categoria:

  • Três posições (prova masculina e feminina): Atira-se em um alvo a 50 m, deitado, de pé e ajoelhado. São três séries de 40 tiros para homens e três de 20 para mulheres.
  • Pequeno Calibre – Deitado (prova masculina): Os competidores ficam deitados e têm de acertar alvos a 50 m de distância. São 60 tiros.
  • Carabina de ar (prova masculina e feminina): De ar comprimido ou de dióxido de carbono. A competição de pé é a uma distância de dez metros. São 60 tiros para homens e 40 para mulheres.

Pistola: provas que evolvem esta categoria:

  • Alto móvel: A prova é dividida em duas fases: lenta e rápida. Na lenta, os competidores têm de acertar alvo visível (prato de 11 cm de diâmetro, feito de argila com calcário e alcatrão) por cinco segundos. Na rápida, o tempo é mais curto, de apenas dois segundos e meio. São disparados 30 tiros em cada fase.
  • Pistola livre- 50 m: Atira-se com uma pistola usando só uma mão. São 60 tiros em seis séries, com o alvo fixo colocado a 50 m do atirador.
  • Pistola de ar: Programa idêntico ao da pistola livre, só que com armas de ar comprimido a uma distância de dez metros.
  • Tiro rápido masculino: Atira-se a uma distância de 25 m com uma pistola com capacidade para cinco tiros. São disparados cinco tiros em cinco alvos adjacentes. A prova consiste em 60 tiros, realizadas em duas fases de 30 tiros com duas séries de cinco tiros em oito, seis e quatro segundos, gradativamente.
  • Tiro rápido feminino: Atira-se a uma distância de 25 m com uma pistola com capacidade para cinco tiros. São disparadas seis séries de cinco tiros em alvos de precisão em um tempo de seis minutos por série e mais 30 tiros de “duelo”.

Tiro ao Prato: provas que evolvem esta categoria:

  • Skeet: Os pratos são lançados de casas alta e baixa. Vence quem acertar o maior número de pratos, que podem ser atirados separadamente ou juntos durante o percurso da prova.
  • Fossa olímpica: O atirador dá dois tiros e tem de acertar um prato.
  • Fossa dublê: O atleta tem que acertar dois pratos com apenas dois tiros.

Principais atletas Atuais

  • Marcel Buerge
  • Julio Almeida
  • Yusuf Dikec
  • Beat Mueller
  • Qinan Zhu
  • Ole Kristian Bryhn
  • Valerian Suaveplane
  • Sergey Kamensky
  • Cyril Graff
  • Josselin Henry
  • Zuzana Stefecekova
  • Caitlin Connor
  • Yulia Karimova
  • Ha-na Im
  • Olena Kostevych
  • Anna Korakaki
  • Xiaojing Wang
  • Kimberly Rhode
  • Isabella Straub
  • Anjum Moudgil

Curiosidades sobre o tiro ao alvo

Nas Olimpíadas de 1920 – Antuérpia, Bélgica – o Brasil conquistou sua primeira medalha olímpica. E adivinha em qual esporte? Isso mesmo, no Tiro Esportivo. O militar Guilherme Paraense ganhou a medalha de ouro na disputa. Ainda foram conquistadas uma medalha de ouro e outra de prata.

Se você quer praticar Tiro Esportivo, o Santa Mônica Clube de Campo é o local ideal. O Estande de Tiro é adequado para as mais variadas modalidades do Tiro Esportivo, Prático e recreativo. No Estande de Balaencontramos 20 boxes, a área de assistência é para 50 pessoas e sua linha de tiro vai até 50m. No Estande Olímpico, também com 20 boxes e área de assistência para 50 pessoas, a linha de tiro é de 10m.

Para o Tiro Prático e Silhueta Metálica de Fogo, o Clube dispõe de um Estande de Tiro Externo, além de Pista de Field Targer e Estande de Silhuetas Metálicas – para carabinas de ar comprimido.

Quem pratica a modalidade no Santa Mônica pode trazer sua própria arma (registrada e com documentos de autorização).

O Santa Mônica ainda disponibiliza a seus associados espaços para esportes como Corrida, Futebol, Futsal, Golfe, Judô, Tênis, Tiro Esportivo, entre outros

Publicado por: Felipe Camilo e Henrique Silva